Notícia

Aras retoma delação que atinge amigo de Moro

03 Jun 2020

Sobre a matéria  “Aras retoma delação que atinge amigo de Moro”, publicada no Jornal OGlobo, nesta quarta-feira 03/06/2020, venho informar que: 

Os relatos de Rodrigo Tacla Duran sobre a suposta extorsão que teria sofrido na Operação Lava Jato, com envolvimento de um amigo pessoal, Carlos Zucolotto Júnior, já foram investigados na Procuradoria-Geral da República e foram arquivados em 27/09/2018, com parecer do então Vice-Procurador-Geral da República (Notícia de fato 1.00.000.010357/2018-88).

Na ocasião, o relato não verdadeiro prestado por acusado foragido do país teve o destino apropriado: o arquivamento. Como sempre frisei, ninguém está acima da lei, por tal razão, disponho-me a prestar qualquer esclarecimento que se vislumbre necessário sobre os fatos acima. Contudo, causa-me perplexidade e indignação que tal investigação, baseada em relato inverídico de suposto lavador profissional de dinheiro, e que já havia sido arquivada em 2018, tenha sido retomada e a ela dado seguimento pela atual gestão da Procuradoria-Geral da República logo após a minha saída, em 22/04/2020, do Governo do Presidente Jair Bolsonaro.

Lamento, outrossim, que mais uma vez o nome de um amigo seja utilizado indevidamente para atacar a mim e o trabalho feito na Operação Lava Jato, uma das maiores ações anticorrupção já realizadas no Brasil. 


Curitiba, 03 de junho de 2020.


Sergio Fernando Moro

Fonte: https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/06/03/aras-retoma-delacao-de-advogado-que-cita-suposta-irregularidade-cometida-por-amigo-de-moro.ghtml

Rua Nilo Peçanha, 897 - Curitiba - PR
Avenida das Nações Unidas, 14.401, conj. 802 - São Paulo - SP
© 2014 Zucolotto Sociedade de Advogados. Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por Zitrone.